O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

NUTRACÊUTICOS


Sua Pesquisa

Nossos Serviços

Tradutor
 

 

O Poder de uma História

Cada um de nós tem uma história de vida para contar, com um tema principal e outros fatos paralelos para completar. De um campo infinito de possibilidades, observamos, através de nossas crenças e percepções, que experiências vivemos, com que emoções e sentimentos e como tudo se processa. Construímos uma narrativa com muitas informações que se ajustam sempre ao tema escolhido, pois só acreditamos e lembramos dos fatos que se encaixam no tema principal. Nós não vemos como as coisas como são. Nós vemos as coisas como nós somos. Vemos o que acreditamos e estamos sempre certos.

A partir daí, a nossa história vai se repetir continuadamente, pois somos leais ao tema principal de nossa vida. Decisões que fazemos todos os dias tornam-se automáticas e assim criam-se os hábitos e esta repetição é bem-vinda, pois não gostamos de fatos novos que causam ansiedade e insegurança. Voltamos rapidamente à nossa história, no qual sabemos quais serão as reações e conclusões. Usamos somente caminhos conhecidos e as mesmas sinapses dos neurônios no cérebro. Mudar significa abrir novos caminhos, desenvolver o cérebro, mas também se aventurar no desconhecido! Voltamos ao certo e estabelecido!

Quebrar padrões, mudar a História.

Somos nós que construímos a nossa história, portanto nós podemos construir a cada momento novas formas de pensar, sentir e vivenciar. As situações de cada dia são criadas por nós e só podemos alterá-las, encerrá-las. Precisamos começar a nos perguntar: como posso mudar uma atitude, descobrir o que falta na minha vida, como eliminar pensamentos negativos, como promover alegria e felicidade? Como ver a vida com novos olhos a cada dia, desenvolver novas células do cérebro, abrindo novos caminhos e ligações de neurônios (neurogenesis e neuroplasticidade), permitindo que a nossa história evolua através de novos percursos, ainda não explorados. Quando escrevemos uma nova história, mudamos a nossa mente, mudamos o nosso cérebro.

Uma História que muda todos os dias.

Como a maioria das pessoas, eu também achava que ter problemas de visão não era de fato um problema. Usar óculos desde os seis anos, com lentes cada vez mais fortes nunca foi um drama, pois era fácil usar as lentes corretivas que com certeza estavam cuidando dos meus olhos. Nunca recebi qualquer orientação de como cuidar dos olhos, como descansá-los, relaxar e nutrir este órgão neuro-muscular tão complexo e delicado. Até um dia em que tive problemas mais sérios nos meus olhos e perdi a visão. Até este ponto estamos juntos: escrevo minha história seguindo um padrão bem estabelecido de usar óculos e não pensar em cuidar deles. Trabalhei e vivi intensamente sempre acreditando que ao abrir os olhos de manhã eles estariam prontos e preparados para seguir a sua função de enxergar bem em qualquer situação.

Diante de uma deficiência grave da visão que limitou os meus movimentos, eu tive que reescrever a minha história, abrir novos caminhos, quebrar padrões e velhos hábitos. Durante dez anos de minha vida, transformei dificuldades em oportunidades, vivi desafiantes experiências com a perda e recuperação da minha visão, encontrei a minha missão e tornei-me especialista, nos EUA, em terapias naturais da visão pelo Método Meir Schneider de Autocura (Self-Healing). Decidi que voltaria a enxergar normalmente e comecei a minha busca em 1999. Com fé, intuição e, sobretudo a convicção de que eu era capaz de despertar e me transformar para voltar a ver, descobri o Tao da Visão.

Um Programa que funciona para Jovens de todas as Idades

Cuidar dos olhos significa cuidar do corpo como um todo e ao combinarmos algumas regras básicas de vida podemos alcançar nossos objetivos. É sempre tempo para começar e estas regras, que não são simples nem fáceis de cumprir, são imprescindíveis se queremos cuidar de nós mesmos, do mundo que nos cerca e de nossa visão - exterior e interior:

1. Desenvolver com perseverança um programa moderado, mas regular de exercícios terapêuticos, de visão e de respiração, para proteger a saúde dos olhos e manter ativos o corpo, mente e espírito.
Nossos olhos afetam e são afetados por todos os aspectos de nossas vidas, portanto trabalhar para melhorar a nossa visão é um grande desafio. No processo podemos encontrar grande tensão física, resistências mentais, bloqueios emocionais e traumas. Ao enfrentar estas barreiras vamos encontrar a força para vencer e, na medida em que melhoramos a visão, mudamos as nossas vidas. Através de exercícios de visão muito fáceis de fazer, pelo Método Meir Schneider de Autocura (Self-Healing), os diversos exercícios terapêuticos orientais e a criação de bons hábitos em cuidar dos olhos, é possível impedir ou sustar a deterioração, o declínio e, sobretudo reverter processos danosos causados por estresse. É possível melhorar a visão. Eu nunca mais parei de fazer os exercícios, estudei e tornei-me terapeuta de visão. E a vida continua, com muita alegria e amor.

2. Assegurar uma dieta que dinamiza a circulação, rica em grãos e fibras, com controle do açúcar e sal, com ingestão controlada de cafeína, abundante e balanceada em verduras, legumes e frutas, ricas em antioxidantes.
Longevidade significa termos de nos cuidar cada vez mais para preparar o nosso corpo, mente e nossos olhos para esta extensão de vida. Na medida em que as pessoas envelhecem, há uma redução na densidade do pigmento macular, fator vital para a qualidade da visão. Este pigmento é composto de três carotenóides: luteina, zeaxantina e meso-zeaxantina, nutrientes que encontramos nos vegetais, em especial de cor verde escura e em frutas de cor laranja e amarelo. Portanto, vamos aumentar as defesas complementando antioxidantes (com vitaminas A, C, E), B12, carotenóides (com luteina, meso-zeaxantina e zeaxantina), Gingko biloba, carnosina, ácido fólico e outros micronutrientes e minerais como zinco, cobre, magnésio e selênio.

3. Desenvolver melhores condições de vida, quebrando velhos paradigmas e criando novos padrões e hábitos. A meditação (com palming) como forte instrumento para conseguir a coerência cardíaca e visual.
Como noventa por cento da visão acontece na mente é preciso entender que de fato vemos por trás dos nossos olhos! Precisamos acalmar as nossas mentes super ativas, relaxar, meditar, brincar e ter o prazer de ver, a alegria de olhar não só de fora para dentro como de dentro para fora. Da combinação de ambas formas de ver surge o conhecimento, a consciência, a iluminação. Melhorar a visão é o caminho da verdade na busca do nosso Ser.

Para melhorar a visão e manter os olhos saudáveis começamos por reduzir a tensão. Enquanto vivermos a cultura do estresse, estaremos alimentando a tensão dos nossos olhos e do nosso cérebro visual, que se espalha pelo corpo e mente criando também as diversas disfunções que conhecemos bem: hipermetropia, miopia, presbiopia, entre outras. Hoje, somos muito poucos os que temos uma visão normal ao longo de toda a vida!

Assim vamos rever e nos propormos a melhor adequação dos tempos usados nas diversas atividades, controlando mais o estresse diário. Buscar intervalos para respirar e fazer os exercícios propostos. Modificar os ambientes de trabalho, explorar mais e melhor a luz natural desde o amanhecer ao por do sol, até a iluminação artificial dos ambientes com boa circulação de ar fresco; eliminar os hábitos destrutivos como fumo, drogas ou excesso de bebidas alcoólicas.

4. Estar sempre alerta às alterações na visão: criatividade e alegria de viver.
Nós somos de fato os donos do nosso corpo e somos nós que devemos cuidar dele. Assim é preciso estar sempre atento ao corpo, às modificações que podem acontecer com a visão e consultar rapidamente o seu médico oftalmologista.

Ao aplicarmos exercícios saudáveis para os olhos, fáceis de aprender e fazer, com o apoio de acessórios como o CD Movimento é Vida, tapa-olhos, quadros de letras, réguas e os óculos perfurados/pinholes, relaxamos os olhos e aprendemos a movimentá-los estimulando-os a olhar para longe e perto, usando de forma balanceada os dois olhos, melhorando a visão central ao fixar pequenos detalhes com mais nitidez, a ajustar melhor à intensidade de luz do dia e a visão noturna, além de estimular a visão periférica movimentando os olhos em todas as direções, sem tensão nem receios. Podemos reverter este mal crônico da nossa sociedade, vermos melhor e sermos melhores indivíduos.

A Fórmula Mágica

Desde 1999, esta tem sido a minha fórmula mágica para recuperar e cuidar dos meus olhos, da minha visão e da minha vida. Reescrevo a minha história todos os dias, os meus caminhos estão sempre abertos para novas descobertas e a minha missão é cuidar de todos aqueles que querem contar novas histórias, conhecer estes caminhos e , como eu, recuperar a visão. Vivo, estudo e trabalho em São Paulo e em Lisboa.

Manter sempre saudável a visão deve ser a meta de cada um de nós.


Fonte: Sylvia Loretta Lakeland, Bióloga, Professora Universitária, Terapeuta e Orientadora


Leia também no Jornal Florais: